Feeds:
Posts
Comments

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Jeremiah 9:23 Thus says the LORD: “Let not the wise man glory in his wisdom, Let not the mighty man glory in his might, Nor let the rich man glory in his riches; 24 But let him who glories glory in this, That he understands and knows Me, That I am the LORD, exercising lovingkindness, judgment, and righteousness in the earth. For in these I delight,” says the LORD. 25 “Behold, the days are coming,” says the LORD, “that I will punish all who are circumcised with the uncircumcised— 26 Egypt, Judah, Edom, the people of Ammon, Moab, and all who are in the farthest corners, who dwell in the wilderness. For all these nations are uncircumcised, and all the house of Israel are uncircumcised in the heart.”

The Lord is declaring through His prophet that all humanity will experience Divine judgement. The circumcision that the Lord is demanding in this season is the circumcision of the heart.

Specific references are made to the pillars that natural man has built his life on; these have become the standards of measurement of success on the earth, standards by which natural man would rank himself.

Yet there is a resounding lamentation from heaven that nations, circumcised or uncircumcised, may have lost sight of the demand of “knowing Him”.

Believers are expected to prosper in “all things” without neglecting the prosperity of the soul.

3 John 1:1 The Elder, To the beloved Gaius, whom I love in truth: 2 Beloved, I pray that you may prosper in all things and be in health, just as your soul prospers. 3 For I rejoiced greatly when brethren came and testified of the truth that is in you, just as you walk in the truth. 4 I have no greater joy than to hear that my children walk in truth.

The apostle John recommends Gaius for not deviating from the truth; that, for John there is no greater joy than to see his spiritual sons walking in the truth. The Lord has observed that His people have strayed from the truth because they have not prioritised “knowing the Immutable God”. We have become distracted by pursuing and glorying in the earthly riches and wealth; in our own stature, strength and influence; in our natural wisdom that comes from below.

Like I said, this is the fruit of our quest for dominion on the earth. However, God has noted that “understanding and knowing Him” has been sacrificed at the altar of man’s personal advancement in the things of this world.

This is the message from God brought by His prophet Jeremiah …….

Jeremiah 9: 24 But let him who glories glory in this, That he understands and knows Me, That I am the LORD, exercising lovingkindness, judgment, and righteousness in the earth. For in these I delight,” says the LORD.

The Word of God is the revelation of who God is. His character and His essence, the things that please and displease God are all enshrined in His Word. If we want to know about the IMMUTABLE GOD just study His Word

Psalms 40:7 Then I said, “Behold, I come; In the scroll of the book it is written of me.

Hebrews 10:7 Then I said, ‘Behold, I have come—In the volume of the book it is written of Me— To do Your will, O God.’ ”

Although Job may have been considered by God to be blameless, upright, fearing God and avoiding evil – he failed to recognise the limitations and frailties imposed on his human construct to “understand and knowing God”.

The friends of Job clearly had no clue concerning his condition and advised what most pious believers would default to – divine retribution. Although we know that the scriptures do support the doctrine of divine retribution, yet the Apostle Paul would include in his writing on “knowing Him”, the fellowship of His sufferings. Paul desired more than an academic knowledge of God through the scriptures; Paul wanted the total experience of knowing Christ by also partaking of His sufferings, experiencing His own Garden of Gethsemane moments…. of carrying his Cross.

The believer’s suffering must be for the “sake of righteousness” (Matthew 5:10)

Philippians 3:10 that I may know Him and the power of His resurrection, and the fellowship of His sufferings, being conformed to His death, 11 if, by any means, I may attain to the resurrection from the dead.

Listen to Eliphaz …….

Job 22:4 “Is it because of your fear of Him that He corrects you, And enters into judgment with you?5 Is not your wickedness great, And your iniquity without end? 6 For you have taken pledges from your brother for no reason, And stripped the naked of their clothing. 7 You have not given the weary water to drink, And you have withheld bread from the hungry. 8 But the mighty man possessed the land, And the honorable man dwelt in it. 9 You have sent widows away empty, And the strength of the fatherless was crushed. 10 Therefore snares are all around you, And sudden fear troubles you,

God would remind Job of exactly who He is. Crisis and tribulation often diminishes our understanding of God and “knowing Him”. God reinforces His image as “Creator Almighty” in the mind of Job when He reminds Job of His supernatural creative capacity. This knowledge of Him is a resource that causes a believer to strengthen himself during times of crisis. Knowing God energises and emboldens the believer during difficult times.

Job 38:1 Then the LORD answered Job out of the whirlwind, and said: 2 “Who is this who darkens counsel by words without knowledge? 3 Now prepare yourself like a man; I will question you, and you shall answer Me. 4 “Where were you when I laid the foundations of the earth? Tell Me, if you have understanding. 5 Who determined its measurements? Surely you know! Or who stretched the line upon it? 6 To what were its foundations fastened? Or who laid its cornerstone, 7 When the morning stars sang together, And all the sons of God shouted for joy?8 “Or who shut in the sea with doors, When it burst forth and issued from the womb; 9 When I made the clouds its garment, And thick darkness its swaddling band; 10 When I fixed My limit for it, And set bars and doors; 11 When I said, ‘This far you may come, but no farther, And here your proud waves must stop!’

The same principle of “knowing” applies in any relationship

Paul told his spiritual son Timothy …..

2 Timothy 3:10 But you have carefully followed my doctrine, manner of life, purpose, faith, longsuffering, love, perseverance, 11 persecutions, afflictions, which happened to me at Antioch, at Iconium, at Lystra—what persecutions I endured. And out of them all the Lord delivered me.

Timothy is referred to as a like minded son because he knows not only the doctrine of Paul, but the history of his sufferings for the sake of the gospel.

Deus é Imutável – Parte 3 Conhecendo o Deus Imutável (Traduzido pelo Pastor Rafael Rezende Nogueira)

Jeremias 9:23-26 Assim diz o Senhor: “Não se glorie o sábio em sua sabedoria nem o forte em sua força nem o rico em sua riqueza, mas quem se gloriar, glorie-se nisto: em compreender-me e conhecer-me, pois eu sou o Senhor, e ajo com lealdade, com justiça e com retidão sobre a terra, pois é dessas coisas que me agrado”, declara o Senhor. “Vêm chegando os dias”, declara o Senhor, “em que castigarei todos os que são circuncidados apenas no corpo, como também o Egito, Judá, Edom, Amom, Moabe e todos os que rapam a cabeça e vivem no deserto; porque todas essas nações são incircuncisas, e a comunidade de Israel tem o coração obstinado. “


O Senhor está declarando por meio de Seu profeta que toda a humanidade experimentará o julgamento divino. A circuncisão que o Senhor está exigindo nesta época é a circuncisão do coração.

São feitas referências específicas aos pilares sobre os quais o homem natural construiu sua vida; estes se tornaram os padrões de medição do sucesso na terra, padrões pelos quais o homem natural se classificaria.

No entanto, há uma lamentação retumbante do céu de que as nações, circuncidadas ou incircuncidadas, podem ter perdido de vista a exigência de “conhecê-lo”.

Espera-se que os crentes prosperem em “todas as áreas” sem negligenciar a prosperidade da alma.

3 João 1:1-4 O presbítero ao amado Gaio, a quem amo na verdade. Amado, oro para que você tenha boa saúde e tudo lhe corra bem, assim como vai bem a sua alma. Muito me alegrei ao receber a visita de alguns irmãos que falaram a respeito da sua fidelidade, de como você continua andando na verdade. Não tenho alegria maior do que ouvir que meus filhos estão andando na verdade.

O apóstolo João recomenda Gaio para não se desviar da verdade; que, para João, não há maior alegria do que ver seus filhos espirituais andando na verdade. O Senhor observou que Seu povo se desviou da verdade porque não priorizaram “conhecer o Deus imutável”. Nós nos distraímos perseguindo e nos gloriando nas riquezas terrenas; em nossa própria estatura, força e influência; em nossa sabedoria natural que vem de baixo.

Como eu disse, este é o fruto de nossa busca pelo domínio sobre a terra. No entanto, Deus observou que “entender e conhecê-lo” foi sacrificado no altar do progresso pessoal do homem nas coisas deste mundo.

Esta é a mensagem de Deus trazida por Seu profeta Jeremias…….

Jeremias 9:24 mas quem se gloriar, glorie-se nisto: em compreender-me e conhecer-me, pois eu sou o Senhor, e ajo com lealdade, com justiça e com retidão sobre a terra, pois é dessas coisas que me agrado”, declara o Senhor.

A Palavra de Deus é a revelação de quem Deus é. Seu caráter e Sua essência, as coisas que agradam e desagradam a Deus estão todas consagradas em Sua Palavra. Se quisermos saber sobre o DEUS IMUTÁVEL, basta estudar Sua Palavra

Salmos 40:7 Então eu disse: Aqui estou! No livro está escrito a meu respeito.

Hebreus 10:7 Então eu disse: Aqui estou, no livro está escrito a meu respeito; vim para fazer a tua vontade, ó Deus.

Embora Jó possa ter sido considerado por Deus como irrepreensível, reto, temendo a Deus e evitando o mal – ele falhou em reconhecer as limitações e fragilidades impostas à sua construção humana de “entender e conhecer a Deus”.

Os amigos de Jó claramente não tinham a menor ideia sobre sua condição e aconselharam o que a maioria dos crentes piedosos faria – retribuição divina. Embora saibamos que as escrituras apoiam a doutrina da retribuição divina, ainda assim o apóstolo Paulo incluiria em seus escritos sobre “conhecê-lo” a comunhão de seus sofrimentos. Paulo desejava mais do que um conhecimento acadêmico de Deus através das escrituras; Paulo queria a experiência total de conhecer a Cristo participando também de Seus sofrimentos, experimentando seus próprios momentos no Jardim do Getsêmani…. de carregar sua cruz.

O sofrimento do crente deve ser “por causa da justiça” (Mateus 5:10)

Filipenses 3:10 Quero conhecer a Cristo, ao poder da sua ressurreição e à participação em seus sofrimentos, tornando-me como ele em sua morte

Ouça Elifaz …….

Jó 22:4-10 “É por sua piedade que ele o repreende e lhe faz acusações? Não é grande a sua maldade? Não são infindos os seus pecados? Sem motivo você exigia penhores dos seus irmãos; você despojava das roupas os que quase nenhuma tinham. Você não deu água ao sedento e reteve a comida do faminto, sendo você poderoso, e dono de terras, delas vivendo, e honrado diante de todos. Você mandou embora de mãos vazias as viúvas e quebrou a força dos órfãos. Por isso está cercado de armadilhas e o perigo repentino o apavora.

Deus lembraria a Jó exatamente quem Ele é. Crises e tribulações muitas vezes diminuem nossa compreensão de Deus e “conhecê-lo”. Deus reforça Sua imagem como “Criador Todo-Poderoso” na mente de Jó quando Ele lembra a Jó de Sua capacidade criativa sobrenatural. Esse conhecimento Dele é um recurso que faz com que o crente se fortaleça em tempos de crise. Conhecer a Deus energiza e encoraja o crente em tempos difíceis.

Jó 38:1-11 Então o Senhor respondeu a Jó do meio da tempestade. Disse ele: “Quem é esse que obscurece o meu conselho com palavras sem conhecimento? Prepare-se como simples homem; vou fazer-lhe perguntas, e você me responderá. “Onde você estava quando lancei os alicerces da terra? Responda-me, se é que você sabe tanto. Quem marcou os limites das suas dimensões? Vai ver que você sabe! E quem estendeu sobre ela a linha de medir? E as suas bases, sobre o que foram postas? E quem colocou sua pedra de esquina, enquanto as estrelas matutinas juntas cantavam e todos os anjos se regozijavam? “Quem represou o mar pondo-lhe portas, quando ele irrompeu do ventre materno, quando o vesti de nuvens e em densas trevas o envolvi, quando fixei os seus limites e lhe coloquei portas e barreiras, quando eu lhe disse: Até aqui você pode vir, além deste ponto não, aqui faço parar suas ondas orgulhosas?

O mesmo princípio de “saber” se aplica a qualquer relacionamento

Paulo disse a seu filho espiritual Timóteo…

2 Timóteo 3:10-11 Mas você tem seguido de perto o meu ensino, a minha conduta, o meu propósito, a minha fé, a minha paciência, o meu amor, a minha perseverança, as perseguições e os sofrimentos que enfrentei, coisas que me aconteceram em Antioquia, Icônio e Listra. Quanta perseguição suportei! Mas, de todas essas coisas o Senhor me livrou!

Timóteo é referido como um filho de mentalidade semelhante porque ele conhece não apenas a doutrina de Paulo, mas a história de seus sofrimentos por causa do evangelho.

Read Full Post »

Although the essential characteristics of the nature of God like righteousness (includes holiness (includes His wrath), truth, mercy, love etc. do not change, God can be persuaded to change His mind concerning some of His decisions through acts of repentance, Godly sorrow, intercessory prayers and supplications. We will discuss some Biblical examples in this study.

GOD’S FRUSTRATION WITH HIS PEOPLE IN THE WILDERNESS

God was persuaded to change His mind concerning His decisions when Moses interceded and appealed to God using the Word of God. God will not violate His own covenantal promises, especially in the sight of the Egyptians, the captors of His people. God was extremely angry with His people and in His wrath He wanted to consume them. Although God promised to make Moses a great nation, Moses prioritised the safety of God’s people and the reputation of God above His personal advancement. Through Moses’ appealing to God He relented from doing them any harm.

Exodus 32:9 And the LORD said to Moses, “I have seen this people, and indeed it is a stiff-necked people! 10 Now therefore, let Me alone, that My wrath may burn hot against them and I may consume them. And I will make of you a great nation.” 11 Then Moses pleaded with the LORD his God, and said: “LORD, why does Your wrath burn hot against Your people whom You have brought out of the land of Egypt with great power and with a mighty hand? 12 Why should the Egyptians speak, and say, ‘He brought them out to harm them, to kill them in the mountains, and to consume them from the face of the earth’? Turn from Your fierce wrath, and relent from this harm to Your people. 13 Remember Abraham, Isaac, and Israel, Your servants, to whom You swore by Your own self, and said to them, I will multiply your descendants as the stars of heaven; and all this land that I have spoken of I give to your descendants, and they shall inherit it forever.’ ” 14 So the LORD relented from the harm which He said He would do to His people.

GOD RESPONDS TO THE REPENTANCE OF THE PEOPLE OF NINEVEH

John 6:28 Then they said to Him, “What shall we do, that we may work the works of God?” 29 Jesus answered and said to them, “This is the work of God, that you believe in Him whom He sent.”

Jonah 1:1 Now the word of the LORD came to Jonah the son of Amittai, saying, 2 “Arise, go to Nineveh, that great city, and cry out against it; for their wickedness has come up before Me.”

God’s decided to overthrow Nineveh because of its great wickedness. However, when the entire population and their king believed the Word of God in the mouth of Jonah, and they repented, fasted and put on sackcloth and cried out to God …… God relented. God was persuaded by the response of the king and the inhabitants of Nineveh to His Word in the mouth of His servant.

Jonah 3:10 Then God saw their works, that they turned from their evil way; and God relented from the disaster that He had said He would bring upon them, and He did not do it.

GOD RELENTS FROM TOTALLY DESTROYING JERUSALEM AND HIS PEOPLE

God changed His mind about destroying Jerusalem and it’s people because of David’s foolishness of counting the people in a census which was against the law.

2 Samuel 24:16 And when the angel stretched out His hand over Jerusalem to destroy it, the LORD relented from the destruction, and said to the angel who was destroying the people, “It is enough; now restrain your hand.” And the angel of the LORD was by the threshing floor of Araunah the Jebusite. 17 Then David spoke to the LORD when he saw the angel who was striking the people, and said, “Surely I have sinned, and I have done wickedly; but these sheep, what have they done? Let Your hand, I pray, be against me and against my father’s house.”

After David repented and paid for the threshing floor of Araunah and he built an altar there, God relented and the plague was stopped

2 Samuel 24:24 Then the king said to Araunah, “No, but I will surely buy it from you for a price; nor will I offer burnt offerings to the LORD my God with that which costs me nothing.” So David bought the threshing floor and the oxen for fifty shekels of silver. 25 And David built there an altar to the LORD, and offered burnt offerings and peace offerings. So the LORD heeded the prayers for the land, and the plague was withdrawn from Israel.

GOD CHANGES HIS MIND CONCERNING THE DEATH OF KING HEZEKIAH

A prophetic Word from God concerning the impending death of King Hezekiah released by Isaiah the prophet

2 Kings 20: 1 In those days Hezekiah was sick and near death. And Isaiah the prophet, the son of Amoz, went to him and said to him, “Thus says the LORD: ‘Set your house in order, for you shall die, and not live.’ ”

Hezekiah begins to pray and remind God of all his labours in the reformation of the ways and the culture of the people of God; his reminded God of his loyalty and doing what was good and righteous in accordance to the ways of King David.

2 Kings 20:3 “Remember now, O LORD, I pray, how I have walked before You in truth and with a loyal heart, and have done what was good in Your sight.” And Hezekiah wept bitterly.

God relents. He heals Hezekiah and God promised to defend Hezekiah and the city for the sake of His own reputation and for the sake of David against the Assyrian regime.

2 Kings 20:5 “Return and tell Hezekiah the leader of My people, ‘Thus says the LORD, the God of David your father: “I have heard your prayer, I have seen your tears; surely I will heal you. On the third day you shall go up to the house of the LORD. 6 And I will add to your days fifteen years. I will deliver you and this city from the hand of the king of Assyria; and I will defend this city for My own sake, and for the sake of My servant David.” ’

TRADUÇÃO PORTUGUESA
(Traduzido pelo Pastor Rafael Nogueira)

DEUS É IMUTÁVEL PARTE 2

Embora as características essenciais da natureza de Deus como justiça (inclui santidade, inclui Sua ira), verdade, misericórdia, amor etc. tristeza, orações intercessoras e súplicas. Vamos discutir alguns exemplos bíblicos neste estudo.

A FRUSTRAÇÃO DE DEUS COM SEU POVO NO DESERTO

Deus foi persuadido a mudar de ideia a respeito de Suas decisões quando Moisés intercedeu e apelou a Deus usando a Palavra de Deus. Deus não violará Suas próprias promessas da aliança, especialmente aos olhos dos egípcios, os captores de Seu povo. Deus estava extremamente zangado com Seu povo e em Sua ira Ele queria consumi-los. Embora Deus tenha prometido fazer de Moisés uma grande nação, Moisés priorizou a segurança do povo de Deus e a reputação de Deus acima de Seu progresso pessoal. Por meio do apelo de Moisés a Deus, Ele cedeu em fazer-lhes qualquer mal.

Êxodo 32:9-14 Disse o Senhor a Moisés: “Tenho visto que este povo é um povo obstinado.
Deixe-me agora, para que a minha ira se acenda contra eles, e eu os destrua. Depois farei de você uma grande nação”. Moisés, porém, suplicou ao Senhor, o seu Deus, clamando: “Ó Senhor, por que se acenderia a tua ira contra o teu povo, que tiraste do Egito com grande poder e forte mão? Por que diriam os egípcios: ‘Foi com intenção maligna que ele os libertou, para matá-los nos montes e bani-los da face da terra’? Arrepende-te do fogo da tua ira! Tem piedade, e não tragas este mal sobre o teu povo! Lembra-te dos teus servos Abraão, Isaque e Israel, aos quais juraste por ti mesmo: ‘Farei que os seus descendentes sejam numerosos como as estrelas do céu e lhes darei toda esta terra que lhes prometi, que será a sua herança para sempre’ “. E sucedeu que o Senhor arrependeu-se do mal que ameaçara trazer sobre o povo.

DEUS RESPONDE AO ARREPENDIMENTO DO POVO DE NÍNIVE

João 6:28-29 Então lhe perguntaram: “O que precisamos fazer para realizar as obras que Deus requer? ” Jesus respondeu: “A obra de Deus é esta: crer naquele que ele enviou”.

Jonas 1:1-2 palavra do Senhor veio a Jonas, filho de Amitai com esta ordem: “Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra ela, porque a sua maldade subiu até a minha presença”.

Deus decidiu derrubar Nínive por causa de sua grande maldade. No entanto, quando toda a população e seu rei creram na Palavra de Deus na boca de Jonas, e se arrependeram, jejuaram, vestiram-se de pano de saco e clamaram a Deus… Deus cedeu. Deus foi persuadido pela resposta do rei e dos habitantes de Nínive à Sua Palavra na boca de Seu servo.

Jonas 3:10 Deus viu o que eles fizeram e como abandonaram os seus maus caminhos. Então Deus se arrependeu e não os destruiu como tinha ameaçado.

DEUS SE ARREPENDE DE DESTRUIR TOTALMENTE JERUSALÉM E SEU POVO

Deus mudou de ideia sobre destruir Jerusalém e seu povo por causa da tolice de Davi de contar as pessoas em um censo que era contra a lei.

2 Samuel 24:16-17 Quando o anjo estendeu a mão para destruir Jerusalém, o Senhor arrependeu-se de trazer essa catástrofe, e ele disse ao anjo destruidor: “Pare! Já basta! ” Naquele momento o anjo do Senhor estava perto da eira de Araúna, o jebuseu.

Ao ver o anjo que estava matando o povo, disse Davi ao Senhor: “Fui eu que pequei e cometi iniquidade. Estes não passam de ovelhas. O que eles fizeram? Que o teu castigo caia sobre mim e sobre a minha família! “

Depois que Davi se arrependeu e pagou a eira de Araúna e construiu um altar lá, Deus cedeu e a praga foi interrompida

2 Samuel 24:24-25 Mas o rei respondeu a Araúna: “Não! Faço questão de pagar o preço justo. Não oferecerei ao Senhor meu Deus holocaustos que não me custem nada”. Davi comprou, pois, a eira e os bois por cinquenta peças de prata. E Davi edificou ali um altar ao Senhor e ofereceu holocaustos e sacrifícios de comunhão. Então o Senhor aceitou as súplicas em favor da terra, e a praga parou de destruir Israel.

DEUS MUDOU DE MENTE SOBRE A MORTE DO REI EZEQUIAS

Uma palavra profética de Deus sobre a morte iminente do Rei Ezequias, divulgada pelo profeta Isaías

2 Reis 20:1 Naquele tempo Ezequias ficou doente, e quase morreu. O profeta Isaías, filho de Amoz, foi visitá-lo e lhe disse: “Assim diz o Senhor: Ponha em ordem a sua casa, pois você vai morrer; não se recuperará”.

Ezequias começa a orar e lembrar a Deus de todos os seus trabalhos na reforma dos caminhos e da cultura do povo de Deus; ele lembrou a Deus de sua lealdade e de fazer o que era bom e justo de acordo com os caminhos do rei Davi.

2 Reis 20:3 “Lembra-te, Senhor, como tenho te servido com fidelidade e com devoção sincera. Tenho feito o que tu aprovas”. E Ezequias chorou amargamente.

Deus cede. Ele cura Ezequias e Deus prometeu defender Ezequias e a cidade por causa de Sua própria reputação e por causa de Davi contra o regime assírio.

2 Reis 20:5-6 “Volte e diga a Ezequias, líder do meu povo: ‘Assim diz o Senhor, Deus de Davi, seu predecessor: Ouvi sua oração e vi suas lágrimas; eu o curarei. Daqui a três dias você subirá ao templo do Senhor. Acrescentarei quinze anos à sua vida. E livrarei você e esta cidade das mãos do rei da Assíria. Defenderei esta cidade por causa de mim mesmo e do meu servo Davi’”.

Read Full Post »

Malachi 3:6 “For I am the LORD, I do not change; Therefore you are not consumed, O sons of Jacob. 7 Yet from the days of your fathers You have gone away from My ordinances And have not kept them. Return to Me, and I will return to you,” Says the LORD of hosts. “But you said, ‘In what way shall we return?’

The people of God have a history of periodically violating the ordinances and Word of the Lord by embracing the idolatrous practices of surrounding nations. This practice continues to this present day. The essence of the nature of God never changes. Just to name a few essential attributes of God …..

• God will always be righteous • God will always be Holy (the wrath of God flows from this attribute ) • God will always keep His covenantal promises • His Word stands firm forever, even though heaven and earth may pass away • His mercy is everlasting and His truth endures to all generations.

These immutable attributes of God (some of them) provide an unshakeable foundation of our faith in Christ. Our belief system and our confidence is rooted and invested in the unchanging essence of who God is. Christ Jesus is the Perfect representation of the immutable nature of the Father and He remains the believer’s ultimate standard for representation

We must understand this position clearly. Although God is immutable in His essence, the way He does things is subject to His Sovereign will. However, they will not violate the essence of His nature. From this we gather that it does not matter

• how many times the cloud moves • How many times seasons change • How many times wineskins are changed • Proceeding revelation received from the Lord carried by the Holy Spirit

Changes must pass through the filters of the characteristic features of His unchanging nature like righteousness and holiness.

The essential characteristics of God are not influenced by what is trending in society or that which is going viral on the earth. They do not change because they would help believers to be better aligned and relevant to the progress and the advancement of natural man.

God does not change who He is to accommodate the apostasy of the people of God. In a world that is constantly changing and evolving away from the image of God, believers need to be harnessed and anchored to the immutable nature of the Rock, Christ Jesus.

David explains this reality in his psalms.

Psalms 2: 1 Why do the nations rage, And the people plot a vain thing? 2 The kings of the earth set themselves, And the rulers take counsel together, Against the LORD and against His Anointed, saying, 3 “Let us break Their bonds in pieces And cast away Their cords from us.” 4 He who sits in the heavens shall laugh; The Lord shall hold them in derision. 5 Then He shall speak to them in His wrath, And distress them in His deep displeasure: 6 “Yet I have set My King On My holy hill of Zion.”

It is an exercise in futility to plot against God and His anointed. Although this primarily refers to Abba Father and His Son Jesus, it also represents the Lord and His anointed king David in Zion; it further represents the Lord and His church that represents His image, especially His immutable nature.

All principalities, powers, rulers of the darkness of this age, and spiritual hosts of wickedness in the heavenly places are engaged in deceitful plotting and are taking counsel together to infiltrate, disrupt and destroy covenantal relationships and associations.

The Lord informed Saul that it is a futile exercise to persecute the Lord and His anointed. The One who sits in the heavens shall laugh. After laughing, the filters of His righteousness will determine His response …..

“He shall speak to them in His wrath, And distress them in His deep displeasure”

Acts 9:4 Then he fell to the ground, and heard a voice saying to him, “Saul, Saul, why are you persecuting Me?” 5 And he said, “Who are You, Lord?” Then the Lord said, “I am Jesus, whom you are persecuting. It is hard for you to kick against the goads.”

This is equally true in the case of entire nations who choose to rebel against God and His anointed. The kings and rulers of the earth have positioned themselves against the Lord and His anointed with the purpose of aborting the demand to conform to the original Divine standard and image. This is their intention :

“Let us break Their bonds in pieces And cast away Their cords from us.”

Here are the latest reports of persecution gleaned from the report by Open Doors USA 2022 World Watch List Period : October 2020-September 2021.

• Over 360 million Christians living in places where they experience high levels of persecution and discrimination • 5,898 Christians killed for their faith • 5,110 churches and other Christian buildings attacked • 4,765 believers detained without trial, arrested, sentenced or imprisoned

All this intimidation is to break the relationship between the Lord and His anointed To cause His people to abandon the faith in fear But His people are becoming increasingly resilient in their opposition because our trust remains in His immutable nature.

We declare …. Laugh Lord!!! And then speak to the earth from Your Holy displeasure.

A ESSÊNCIA IMUTÁVEL DE DEU (Traduzido pelo Pastor Rafael Nogueira Rezende)

(Malaquias 3:6-7) “De fato, eu, o Senhor, não mudo. Por isso vocês, descendentes de Jacó, não foram destruídos. Desde o tempo dos seus antepassados vocês se desviaram dos meus decretos e não os obedeceram. Voltem para mim e eu voltarei para vocês”, diz o Senhor dos Exércitos. “Mas vocês perguntam: ‘Como voltaremos? ’

O povo de Deus tem um histórico de violar periodicamente as ordenanças e a Palavra do Senhor ao abraçar as práticas idólatras das nações vizinhas. Essa prática continua até os dias de hoje. A essência da natureza de Deus nunca muda. Apenas para citar alguns atributos essenciais de Deus…

• Deus sempre será justo. e a sua verdade perdura por todas as gerações.

Esses atributos imutáveis de Deus (alguns deles) fornecem um fundamento inabalável de nossa fé em Cristo. Nosso sistema de crenças e nossa confiança estão enraizados e investidos na essência imutável de quem Deus é. Cristo Jesus é a representação Perfeita da natureza imutável do Pai e Ele continua sendo o padrão final do cristão para representação.

Devemos entender esta posição claramente. Embora Deus seja imutável em Sua essência, a maneira como Ele faz as coisas está sujeita à Sua vontade soberana. No entanto, eles não violarão a essência de Sua natureza. A partir disso, concluímos que não importa:

• Quantas vezes a nuvem se move • Quantas vezes as estações mudam • Quantas vezes os odres são trocados • Revelação procedente recebida do Senhor conduzida pelo Espírito Santo

As mudanças devem passar pelos filtros dos traços característicos de Sua natureza imutável, como justiça e santidade.

As características essenciais de Deus não são influenciadas pelo que está em alta na sociedade ou pelo que está se tornando viral na terra. Eles não mudam porque ajudariam os cristãos a serem mais alinhados e relevantes para o progresso e o avanço do homem natural.

Deus não muda quem Ele é para acomodar a apostasia do povo de Deus. Em um mundo que está constantemente mudando e evoluindo para longe da imagem de Deus, os cristãos precisam ser atrelados e ancorados à natureza imutável da Rocha, Cristo Jesus.

Davi explica essa realidade em seus salmos.

(Salmos 2:1-6) Por que se amotinam as nações e os povos tramam em vão? Os reis da terra tomam posição e os governantes conspiram unidos contra o Senhor e contra o seu ungido, e dizem: “Façamos em pedaços as suas correntes, lancemos de nós as suas algemas! ” Do seu trono nos céus o Senhor põe-se a rir e caçoa deles. Em sua ira os repreende e em seu furor os aterroriza, dizendo: “Eu mesmo estabeleci o meu rei em Sião, no meu santo monte”.

É um exercício de futilidade tramar contra Deus e Seu ungido. Embora isso se refira principalmente ao Abba Pai e Seu Filho Jesus, também representa o Senhor e Seu rei ungido Davi em Sião; representa ainda o Senhor e Sua igreja que representa Sua imagem, especialmente Sua natureza imutável.

Todos os principados, potestades, governantes das trevas desta era e hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais estão envolvidos em tramas enganosas e estão se reunindo para se infiltrar, romper e destruir relacionamentos e associações da aliança.

O Senhor informou a Saul que é um exercício fútil perseguir o Senhor e Seu ungido. Aquele que está sentado nos céus rirá. Depois de rir, os filtros de Sua justiça determinarão Sua resposta…

“Em sua ira os repreende e em seu furor os aterroriza”

(Atos 9:4-5) Ele caiu por terra e ouviu uma voz que lhe dizia: “Saulo, Saulo, por que você me persegue? “Saulo perguntou: “Quem és tu, Senhor? ” Ele respondeu: “Eu sou Jesus, a quem você persegue.

Isso é igualmente verdade no caso de nações inteiras que escolhem se rebelar contra Deus e Seu ungido. Os reis e governantes da terra se posicionaram contra o Senhor e Seus ungidos com o propósito de abortar a exigência de se conformar ao padrão e imagem divinos originais. Esta é a intenção deles:

“Façamos em pedaços as suas correntes, lancemos de nós as suas algemas!”.

Aqui estão os últimos relatórios de perseguição coletados do relatório da Open Doors USA 2022 World Watch List Period: outubro de 2020 a setembro de 2021.

• Mais de 360 milhões de cristãos que vivem em lugares onde sofrem altos níveis de perseguição e discriminação • 5.898 cristãos mortos por sua fé • 5.110 igrejas e outros edifícios cristãos atacados • 4.765 crentes detidos sem julgamento, presos, sentenciados ou presos

Toda essa intimidação é para romper o relacionamento entre o Senhor e Seu ungido Para fazer com que Seu povo abandone a fé com medo Mas Seu povo está se tornando cada vez mais resistente em sua oposição porque nossa confiança permanece em Sua natureza imutável.

Declaramos…. Ri Senhor!!! E então fale para a terra do Seu Santo desagrado.

.

L,

,

,

.

Read Full Post »

Dear Leaders in Gabon,

We would love to hear from you. Our blog has the highest number of followers from Gabon.

Please send us your WhatsApp details to :

roypillay@mweb.co.za

Grace and peace,

Roy Pillay

DIRIGEANTS GABONAIS

Chers dirigeants du Gabon,
Nous aimerions avoir de vos nouvelles. Notre blog a le plus grand nombre d’abonnés du Gabon.
Veuillez nous envoyer vos coordonnées WhatsApp à :
roypillay@mweb.co.za

Grâce et paix,
Roy Pilay

Read Full Post »

As the royal priesthood of God, I believe that the priestly dimension of our ministry has come under Divine scrutiny. God always expected his leaders to be bold and courageous to declare the truth of His Word.

May the Lord our God strengthen the present day priesthood of all believers to make us more resilient and steadfast in our faithfulness to declare His Word

When we examine the governance of King Ahaz, we note particularly the defilement, the defacement, and the dismantling of the holy, sacred things of God by King Ahaz. This king imported the architectural plans for a Syrian altar complete with multiple deities and idols and installed this altar in the court of the Temple

2 Kings 16:11 Then Urijah the priest built an altar according to all that King Ahaz had sent from Damascus. So Urijah the priest made it before King Ahaz came back from Damascus.

2 Kings 16:14 He also brought the bronze altar which was before the LORD, from the front of the temple—from between the new altar and the house of the LORD—and put it on the north side of the new altar.

2 Kings 16:16 Thus did Urijah the priest, according to all that King Ahaz commanded. 17 And King Ahaz cut off the panels of the carts, and removed the lavers from them; and he took down the Sea from the bronze oxen that were under it, and put it on a pavement of stones.

Ahaz relegated the prime position of the brazen altar from the front of the Temple to the north side.

As we know this is the first thing that confronts the worshipper when he enters the Outer Court of the Tabernacle or Temple through the Court Gate. The bronze altar is where the people presented their offerings, which included their sin offerings to God. It is the place where the offerer transfers the weight of his sin to the animal being offered. The death of the animal would bring salvation, deliverance and redemption from all sin. This ritualistic animal sacrifice is replaced by the ONE SACRIFICE of Jesus on the Cross.

The Ahaz operating system seeks to present a religious experience that excludes the Cross and keeps the worshippers captive in fear and bondage and in a permanent state of condemnation.

By relegating this altar from the front of the Temple to the north side, Ahaz obscured the view of salvation and redemption from the worshipper; ensures that the Cross remains out of sight.

Instead the worshipper was now instructed to offer his sacrofices at the altar of Syrian idols

What else did Ahaz do?

He removed the Molten Sea which was positioned on the 12 bronze oxen, 3 facing east, 3 facing west, 3 facing north, 3 facing south and he repositioned the Sea on the pavement of stones

The See is symbolic of the apostolic and governance ; the Water in the molten Sea is symbolic of the Word of God that washes and sanctifies the priests

This is a prophetic sign of unfolding events like when practices like tithing are being disputed and doctrine is being trampled upon with impunity. This is the characteristic feature of the Ahaz operating system.

All this was done in collaboration with the priest Urijah, who clearly prioritises the commands of Ahaz over the laws and statutes of God. Urijah represents an emasculated priesthood whose conscience towards God has been seared.

Urijah was the same priest who stood on the same platform as Ezra when he read the Law in the open square in front of the Water Gate, when Ezra read the Law after the wall had been built

Urijah witnessed the people shout Amen! Amen! He saw them bow to the ground and worship the Lord

Here he is now, in a state of apostasy, being faithful to a principality of evil and corruption, rather than being the voice of God to Ahaz.

UM SACERDÓCIO CASTRADO (Traduzido por Rafael Fonseca
Correspondente Internacional)

Como sacerdócio real de Deus, acredito que a dimensão sacerdotal de nosso ministério está sob escrutínio divino. Deus sempre esperou que seus líderes fossem ousados e corajosos para declarar a verdade de Sua Palavra.

Que o Senhor nosso Deus fortaleça o sacerdócio atual de todos os crentes para nos tornar mais resilientes e firmes em nossa fidelidade para declarar Sua Palavra.

Quando examinamos o governo do rei Acaz, notamos particularmente a corrupção, a desfiguração e o desmantelamento das coisas sagradas e sacrossanto de Deus pelo rei Acaz. Este rei importou os planos arquitetônicos para um altar sírio completo com várias divindades e ídolos e instalou este altar no pátio do Templo

2 Reis 16:11 Então o sacerdote Urias construiu um altar conforme tudo o que o rei Acaz havia enviado de Damasco. Então Urias, o sacerdote, fez isso antes que o rei Acaz voltasse de Damasco. 

2 Reis 16:14 Trouxe também o altar de bronze que estava diante do SENHOR, da frente do templo, entre o altar novo e a casa do Senhor, e o pôs ao lado norte do altar novo. 

2 Reis 16:16 Assim fez o sacerdote Urias, conforme tudo o que o rei Acaz ordenara. 17 E o rei Acaz cortou as tábuas dos carros e removeu as pias deles; e tirou o mar dos bois de bronze que estavam debaixo dele, e o pôs sobre um pavimento de pedras.

Acaz relegou a posição privilegiada do altar de bronze da frente do Templo para o lado norte.

Como sabemos, esta é a primeira coisa que confronta o adorador quando ele entra no Pátio Externo do Tabernáculo ou Templo através do Portão do Pátio. O altar de bronze é onde as pessoas apresentavam suas ofertas, que incluíam suas ofertas pelo pecado a Deus. É o lugar onde o ofertante transfere o peso de seu pecado para o animal que está sendo oferecido. A morte do animal traria salvação, libertação e redenção de todo pecado. Este sacrifício animal ritualístico é substituído pelo UM SACRIFÍCIO de Jesus na Cruz.

O sistema operacional de Acaz, procura apresentar uma experiência religiosa que exclui a Cruz e mantém os adoradores cativos do medo e da escravidão e em permanente estado de condenação.

Ao relegar este altar da frente do Templo para o lado norte, Acaz obscureceu a visão de salvação e redenção do adorador; garante que a Cruz permaneça fora de vista. 

Em vez disso, o adorador foi instruído a oferecer seus sacrifícios no altar dos ídolos sírios

O que mais Acaz fez? 

Ele removeu o Mar Fundido que estava posicionado sobre os 12 bois de bronze, 3 voltados para o leste, 3 voltados para o oeste, 3 voltados para o norte, 3 voltados para o sul e reposicionou o mar no pavimento de pedras.

A Sé simboliza o apostolado e o governo; a Água no Mar fundido simboliza a Palavra de Deus que lava e santifica os sacerdotes.

 

Este é um sinal profético do desdobramento de eventos, como quando práticas como o dízimo estão sendo disputadas e a doutrina está sendo pisoteada impunemente. Esta é a característica do sistema operacional Acaz.

Tudo isso foi feito em colaboração com o sacerdote Urias, que claramente prioriza os mandamentos de Acaz sobre as leis e estatutos de Deus. 

Urias representa um sacerdócio castrado cuja consciência em relação a Deus foi cauterizada. 
Urias era o mesmo sacerdote que estava na mesma plataforma que Esdras quando leu a Lei na praça aberta em frente ao Portão das Águas, quando Esdras leu a Lei depois que o muro foi construído.

Urias testemunhou o povo gritar Amém! Amém! Ele os viu curvar-se ao chão e adorar o Senhor.

Aqui está ele agora, em estado de apostasia, sendo fiel a um principado do mal e da corrupção, em vez de ser a voz de Deus para Acaz.

 

Read Full Post »

The reason the apostolic/prophetic move of God is resisted in many cities is because it carries a strong spirit of dissent against a hybrid Samaritan culture that is antagonistic to the demands of the scriptures.

Jesus declared a curse over cities that are unable to receive and celebrate apostolic/prophetic grace.

These cities violently resisted apostolic/prophetic grace.

Matthew 23:37 “O Jerusalem, Jerusalem, the one who kills the prophets and stones those who are sent to her! How often I wanted to gather your children together, as a hen gathers her chicks under her wings, but you were not willing! 38 See! Your house is left to you desolate;

Cities that reject apostolic/prophetic grace will become desolate because they have rejected the building model of the Lord’s church …… building on the foundations of apostles and prophets with Jesus Christ being the chief cornerstone

Elijah made a similar pronouncement of drought against the royal administration of Ahab and Jezebel

1 Kings 17:1 And Elijah the Tishbite, of the inhabitants of Gilead, said to Ahab, “As the LORD God of Israel lives, before whom I stand, there shall not be dew nor rain these years, except at my word.”

Elijah stands confidently before King Ahab and makes this declaration. He knows that his God will support His declarations.

There is a pattern here; a revelation. Both Jesus and Elijah pronounced calamity on an environment that is hostile to the grace of those who are SENT by God.

This is further reinforced by public perception of who Jesus was.

Matthew 16:13 When Jesus came into the region of Caesarea Philippi, He asked His disciples, saying, “Who do men say that I, the Son of Man, am?” 14 So they said, “Some say John the Baptist, some Elijah, and others Jeremiah or one of the prophets.”

The reality is that all sectors of public polling revealed that Jesus carried the same spirit that was upon Elijah or Jeremiah or John the Baptist or one of the prophets.

All three men had a confrontational style of ministry. The people witnessed the same similarity in the ministry of Jesus. Public polling reveals the perception of the people; some actually believed that Jesus was Elijah.

Elijah will not avoid pronouncing a judgement drought over the land whose people had violated its covenant with Almighty God.

John the Baptist will not avoid demanding that the people repent

Matthew 3:1 In those days John the Baptist came preaching in the wilderness of Judea, 2 and saying, “Repent, for the kingdom of heaven is at hand!”

Jesus revealed the same spirt.

After John was imprisoned, Jesus began to preach repentance like John

Matthew 4:12 Now when Jesus heard that John had been put in prison, He departed to Galilee.

Matthew 4:17 From that time Jesus began to preach and to say, “Repent, for the kingdom of heaven is at hand.”

What about Jeremiah ?

Jeremiah 1:9 Then the LORD put forth His hand and touched my mouth, and the LORD said to me:“Behold, I have put My words in your mouth. 10 See, I have this day set you over the nations and over the kingdoms, To root out and to pull down, To destroy and to throw down, To build and to plant.”

Jeremiah 1:16 I will utter My judgments against them concerning all their wickedness, Because they have forsaken Me, Burned incense to other gods, And worshiped the works of their own hands. 17 “Therefore prepare yourself and arise, And speak to them all that I command you. Do not be dismayed before their faces, Lest I dismay you before them.

We notice the similarity between Jesus demanding reformation and Jeremiah or one of the prophets. Now if we read Ephesians 2 again, we can see why Jesus would be perceived in this way in the eyes of the public ……

We are built on the foundation of the apostles and prophets, Jesus Christ Himself being the chief cornerstone,

Let us consolidate my argument. Please follow me carefully for a few moments ….

John 17:11 Now I am no longer in the world, but these are in the world, and I come to You.

Exact Representation of Spirit and Truth (Word of God)

John 17:14 I have given them Your word; and the world has hated them because they are not of the world, just as I am not of the world.

Now here is the point …..

John 17:20 “I do not pray for these alone, but also for those who will believe in Me through their word;

If the world hated Jesus and if the world hated His disciples, how is it that the world loves the message preached by most leaders today.

Leaders go to great lengths to ensure that they have a positive profile in respect of our message that we have ensured confronts no one or no ruling power or principality.

Therefore question is equally applicable to present day leadership ….

Who do men say that we are?

Jesus makes a simple statement concerning our ministry that has Christ as the cornerstone

Matthew 10:22 And you will be hated by all for My name’s sake. But he who endures to the end will be saved.

Peter received the revelation concerning the identity of Jesus.

Matthew 16:16 Simon Peter answered and said, “You are the Christ, the Son of the living God.”

We know that Christ is FULL of grace. Whilst some saw Jesus as expressions of Elijah, John the Baptist, Jeremiah or one of the prophets, Peter received the complete revelation of Christ, the Anointed One, the Son of the Living God. It is from this repository of “fullness of grace” that Jesus would give some to be apostles, some prophets, some evangelists, and some pastors and teachers.

Just as the public, noted various expressions of five fold ministry in Jesus, we need to avail ourselves to Jesus as His vessels of honor.

Allow Him to use us in any way or expression that pleases Him.

TRADUÇÃO PORTUGUESA
(Traduzido pelo Pastor Rafael Nogueira)

QUEM OS HOMENS DIZEM QUE EU SOU?

A razão pela qual o movimento apostólico/profético de Deus é resistido em muitas cidades é porque ele carrega um forte espírito de dissidência contra uma cultura híbrida samaritana que é antagônica às exigências das escrituras.

Jesus declarou uma maldição sobre as cidades que são incapazes de receber e celebrar a graça apostólica/profética.

Essas cidades resistiram violentamente à graça apostólica/profética.

Mateus 23:37-38 “Jerusalém, Jerusalém, você, que mata os profetas e apedreja os que lhe são enviados! Quantas vezes eu quis reunir os seus filhos, como a galinha reúne os seus pintinhos debaixo das suas asas, mas vocês não quiseram. Eis que a casa de vocês ficará deserta.

As cidades que rejeitam a graça apostólica/profética se tornarão desoladas porque rejeitaram o modelo de construção da igreja do Senhor… construindo sobre os fundamentos dos apóstolos e profetas com Jesus Cristo sendo a principal pedra angular

Elias fez um pronunciamento semelhante de seca contra a administração real de Acabe e Jezabel

1 Reis 17:1 Ora, Elias, o tesbita da Tisbe de Gileade, disse a Acabe: “Juro pelo nome do Senhor, o Deus de Israel, a quem sirvo, que não cairá orvalho nem chuva nos anos seguintes, exceto mediante a minha palavra”.

Elias está confiante diante do rei Acabe e faz esta declaração. Ele sabe que seu Deus apoiará Suas declarações.

Há um padrão aqui; uma revelação. Tanto Jesus quanto Elias pronunciaram calamidade em um ambiente hostil à graça daqueles que são ENVIADOS por Deus.

Isso é ainda mais reforçado pela percepção pública de quem Jesus era.

Mateus 16:13-14 Chegando Jesus à região de Cesaréia de Filipe, perguntou aos seus discípulos: “Quem os homens dizem que o Filho do homem é? ” Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros, Elias; e, ainda outros, Jeremias ou um dos profetas”.

A realidade é que todos os setores da pesquisa pública revelaram que Jesus carregava o mesmo espírito que estava sobre Elias ou Jeremias ou João Batista ou um dos profetas.

Todos os três homens tinham um estilo de ministério de confronto. As pessoas testemunharam a mesma semelhança no ministério de Jesus. A pesquisa pública revela a percepção das pessoas; alguns realmente acreditavam que Jesus era Elias.

Elias não evitará pronunciar um julgamento seco sobre a terra cujo povo havia violado sua aliança com o Deus Todo-Poderoso.

João Batista não deixará de exigir que o povo se arrependa

Mateus 3:1-2 Naqueles dias surgiu João Batista, pregando no deserto da Judéia.
Ele dizia: “Arrependam-se, porque o Reino dos céus está próximo”.

Jesus revelou o mesmo espírito.

Depois que João foi preso, Jesus começou a pregar arrependimento como João

Mateus 4:12 Quando Jesus ouviu que João tinha sido preso, voltou para a Galiléia.

Mateus 4:17 Daí em diante Jesus começou a pregar: “Arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo”.

E quanto a Jeremias?

Jeremias 1:9-10 O Senhor estendeu a mão, tocou a minha boca e disse-me: “Agora ponho em sua boca as minhas palavras. Veja! Eu hoje dou a você autoridade sobre nações e reinos, para arrancar, despedaçar, arruinar e destruir; para edificar e para plantar”.

Jeremias 1:16-17 Pronunciarei a minha sentença contra o meu povo por todas as suas maldades; porque me abandonaram, queimaram incenso a outros deuses, e adoraram deuses que as suas mãos fizeram”. “E você, prepare-se! Vá dizer-lhes tudo o que eu ordenar. Não fique aterrorizado por causa deles, senão eu o aterrorizarei diante deles.

Notamos a semelhança entre Jesus exigindo reforma e Jeremias ou um dos profetas. Agora, se lermos Efésios 2 novamente, podemos ver por que Jesus seria percebido dessa maneira aos olhos do público…

Somos edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo o próprio Jesus Cristo a principal pedra da esquina,

Vamos consolidar meu argumento. Por favor, siga-me cuidadosamente por alguns momentos….

João 17:11 Não ficarei mais no mundo, mas eles ainda estão no mundo, e eu vou para ti.

Representação Exata do Espírito e da Verdade (Palavra de Deus)

João 17:14 Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, pois eles não são do mundo, como eu também não sou.

Agora aqui é o ponto…

João 17:20 “Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem deles,

Se o mundo odiou Jesus e se o mundo odiou Seus discípulos, como é que o mundo ama a mensagem pregada pela maioria dos líderes hoje?

Os líderes se esforçam muito para garantir que tenham um perfil positivo em relação à nossa mensagem que garantimos que não confronta ninguém ou nenhum poder governante ou principado.

Portanto, a questão é igualmente aplicável à liderança atual….

Quem os homens dizem que somos?

Jesus faz uma declaração simples sobre nosso ministério que tem Cristo como pedra angular

Mateus 10:22 Todos odiarão vocês por minha causa, mas aquele que perseverar até o fim será salvo.

Pedro recebeu a revelação sobre a identidade de Jesus.

Mateus 16:16 Simão Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”.

Sabemos que Cristo é CHEIO de graça. Enquanto alguns viam Jesus como expressões de Elias, João Batista, Jeremias ou um dos profetas, Pedro recebeu a revelação completa de Cristo, o Ungido, o Filho do Deus Vivo. É desse repositório da “plenitude da graça” que Jesus daria alguns para serem apóstolos, alguns profetas, alguns evangelistas e alguns pastores e mestres.

Assim como o público notou várias expressões do ministério quíntuplo em Jesus, precisamos nos valer a Jesus como Seus vasos de honra.

Permita que Ele nos use de qualquer maneira ou expressão que Lhe agrade.

Read Full Post »

The Totality of the nature of Jesus Christ

www.facebook.com/filadelfia.filadelfia.338/videos/764143417921002/

Read Full Post »

Read Full Post »

These are my notes from my presentation to the ABC Forum of leaders in Durban, South Africa on Thursday 12 May 2022.

It analyses the circumstances around the failure of a vineyard to produce a quality harvest as referred to in the utterances of Isaiah His prophet.

The two points that we need to take away from this morning’s presentation ……

• Spiritual Judgements / restoration

• Protection of the Seed

My presentation this morning is intended to bring into sharp focus, the reason for the failure and the defiling of entire harvests.

Remember when metaphors and similes are used in the scriptures, the audience or the reader is assumed to be well acquainted with the metaphor.

This morning, although many would listen to the recording of this presentation, please keep in mind that I am addressing an audience in Durban that is not familiar with viticulture

which is the cultivation, protection, and harvesting of grapes

I may refer to some technical terms relating to the natural cultivation and management of a vineyard, which I gathered from my research for this presentation.

Straightaway, many of us find ourselves at a disadvantage, because our knowledge on the subject is limited or non existent.

So let us first try to understand the words of Isaiah from the perspective of an entrepreneur who has a well ordered business. Yet, in spite of the significant investment in the infrastructure of the vineyard the viticulturist discovers that the entire harvest was defiled

Many entrepreneurs and businessmen have experienced various calamities in their business ventures; but one thing will always stand out ….. they usually know the reason or cause of their failures

However God infers through Isaiah’s declarations that He is demanding judgement and accountability from the men of Judah and the inhabitants of Jerusalem. Almighty God is defending the innocence of the heavens, in that He did everything that was expected of Him. God knows exactly the root cause of the defilement of the Harvest.

But He wants the men of Judah and the people of Jerusalem to accept responsibility for their failure and not bring the Name of Almighty God into disrepute.

He is declaring His judgement over His vineyard.

Paul is careful to remind his likeminded son Timothy about the SACROSANCTITY of all scripture

2 Timothy 3:16 All Scripture is given by inspiration of God, and is profitable for doctrine, for reproof, for correction, for instruction in righteousness, 17 that the man of God may be complete, thoroughly equipped for every good work.

God’s people are referred to as an “unturned cake” having their culture and doctrine contaminated by foreign pagan and idolatrous influences.

Hosea 7:8 “Ephraim has mixed himself among the peoples; Ephraim is a cake unturned. 9 Aliens have devoured his strength, But he does not know it; Yes, gray hairs are here and there on him, Yet he does not know it. 10 And the pride of Israel testifies to his face, But they do not return to the LORD their God, Nor seek Him for all this.

A healthy vineyard knows how to access the fullness and totality of His Word. Failure to do this by the people of God will attract the metaphor of God’s people being an “unturned cake”. It is healthy to familiarise ourselves with the spiritual judgements of God. We will encounter a comprehensive litany of spiritual judgements and indictments against the people of God, especially against their leaders, elders, rulers, kings and priests, when we read books like Amos, Micah, Malachi, Ezekiel and Jeremiah among others.

When God declares through the mouth of His prophet these words :

Isaiah 5:4 What more could have been done to My vineyard that I have not done in it? Why then, when I expected it to bring forth good grapes, did it bring forth wild grapes?

God is venting His frustration and exasperation at the failure of God’s people to discern the critical importance of being sober and vigilant at all times to thwart the works of the adversary of God’s people who is activated when God’s people are sleeping.

THE JUDGEMENT OVER GOD’S VINEYARD

Isaiah 5:5 And now, please let Me tell you what I will do to My vineyard: I will take away its hedge, and it shall be burned; And break down its wall, and it shall be trampled down. 6 I will lay it waste; It shall not be pruned or dug, But there shall come up briers and thorns. I will also command the clouds that they rain no rain on it.”

We are grateful that together with His spiritual judgements, the grace of the Lord is accessible for the restoration of God’s people.

The same mouth of Ezekiel that declared terrifying judgements over God’s people also declared over them :

Ezekiel 37:12 Therefore prophesy and say to them, ‘Thus says the Lord GOD: “Behold, O My people, I will open your graves and cause you to come up from your graves, and bring you into the land of Israel. 13 Then you shall know that I am the LORD, when I have opened your graves, O My people, and brought you up from your graves. 14 I will put My Spirit in you, and you shall live, and I will place you in your own land. Then you shall know that I, the LORD, have spoken it and performed it,” says the LORD.’ ”

The challenge for God’s people is to endure the severity of the testing. It would be a traumatic, dark phase, even if the Presence of God is with us. Remember that long suffering is a fruit of the Spirit.

There was this darkness that covered the earth, even when Jesus was tested and crucified. His resurrection demonstrated the truth and faithfulness of His Father.

Luke 23:44 Now it was about the sixth hour, and there was darkness over all the earth until the ninth hour. 45 Then the sun was darkened, and the veil of the temple was torn in two. 46 And when Jesus had cried out with a loud voice, He said, “Father, into Your hands I commit My spirit.’ ” Having said this, He breathed His last.

Paul endured the testing.

Paul writes to the believers in Corinth declaring the burden of apostolic ministry…….

1 Corinthians 4:9 For I think that God has displayed us, the apostles, last, as men condemned to death; for we have been made a spectacle to the world, both to angels and to men. 10 We are fools for Christ’s sake, but you are wise in Christ! We are weak, but you are strong! You are distinguished, but we are dishonored! 11 To the present hour we both hunger and thirst, and we are poorly clothed, and beaten, and homeless. 12 And we labor, working with our own hands. Being reviled, we bless; being persecuted, we endure; 13 being defamed, we entreat. We have been made as the filth of the world, the offscouring of all things until now.

So let us return to the reasons for the defiled harvest

The reason for failure of the vineyard was simply complacent oversight by the viticulturist. The leader (set man) of a local church or family of God is the “type” of viticulturist. Jesus also informs us ……

John 15:1 “I am the true vine, and My Father is the vinedresser.

Jesus sets out the pattern of the Father/Son wineskin as the management model for the vineyard.

The Word of God is the seed in our hand of the viticulturist. This is his greatest resource. Seed is not visible, because it is sown below the ground

Although one can procure fertile land; free of all the stones and all other impediments to a quality harvest; although one can construct a magnificent watch tower in its midst; although one can commission and install a magnificent wine press – in anticipation of a high quality harvest that is worthy of the capital investment ……

One can easily forget the critical importance of protecting the seed.

In spite of all the hard work being done, how is it that the harvest is Wild Grapes.

The wild grapes that the scriptures are particularly referring to are inedible and highly toxic……. they are worthless.

This is a DEFILED HARVEST

God is demanding arbitration – Judge between me and My vineyard. This appears to be a consistent question that is raised in the scriptures. This is not an isolated issue.

Jesus Himself teaches on the subject in the Parable of the Wheat and the Tares

What was a mystery in the Old Testament is decoded by Jesus in His parable.

This situation is similar to the account in Isaiah

Matthew 13:27 So the servants of the owner came and said to him, ‘Sir, did you not sow good seed in your field? How then does it have tares?’ 28 He said to them, ‘An enemy has done this.’

Where did the viticulturists in Isaiah’s time get it wrong and how is it that leaders of God’s people, the present day vineyard, with all our knowledge, revelation and wisdom continue to produce wild grapes?

The revelation of truth lies in the use of the watchtower

The watch tower was used primarily during the time of Harvest. This is when farmers would gather the produce and store them in the basement of the Tower. Their families would also live in the Tower during the Time of Harvest. The entire focus and expectancy was around the time of the Harvest.

The Harvest is symbolic of “Sukkot”

Sukkot is also known as the Feast of Shelters, the Feast of Tabernacles and the Feast of Ingathering that was commanded by God on Mount Sinai. Our vision for the gathering of believers in the City has been inspired by Sukkot….

The scriptural reality is that the Body of believers in the city, across all denominations and groups could not constitute a vineyard in accordance to Biblical expectations.

This is because of one reason only ….. we cannot plant a vineyard with 20 different types of seed. We will forever be complaining about a defiled harvest of wild grapes

It is my very personal perspective, that the City Church must be viewed as how a farmer would view “An agricultural Cooperative”

Where farmers gather to discuss their common challenges, their products, their collective strength in trading that would give them a stronger voice in the marketplace,sharing of various skills and technologies for the common benefit of all, their responsibility towards social struggles, presenting greater employment opportunities etc”. The Cooperative is able to do all this without disenfranchising the viticulturist, irrespective of the size of the vineyard. The Cooperative represents the well being of ALL vineyards in the city.

Profit is not the primary goal; the primary goal is to serve.

What more could the Lord have done?

Let me qualify the “Sukkot” principle that I have applied here by reading from David’s words in his psalm where he is lamenting the spiritual condition of God’s vineyard …..

Psalms 80:8 You have brought a vine out of Egypt; You have cast out the nations, and planted it.(Speaks of removing the stones and all other impediments) It is foolishness to sow seed upon the stones. The removal of the stones is not negotiable 9 You prepared room for it, And caused it to take deep root, And it filled the land. 10 The hills were covered with its shadow, And the mighty cedars with its boughs. 11 She sent out her boughs to the Sea, And her branches to the River. 12 Why have You broken down her hedges, So that all who pass by the way pluck her fruit? 13 The boar out of the woods uproots it, And the wild beast of the field devours it. 14 Return, we beseech You, O God of hosts; Look down from heaven and see, And visit this vine 15 And the vineyard which Your right hand has planted, And the branch that You made strong for Yourself.

Sukkot represents the gathering of the vineyards. They gather in remembrance of the goodness of God, celebrating and giving thanks to the Lord of the Harvest. The viticulturist should always remember that it is God who makes all things grow.

There can be no Sukkot without the Harvest There can be no Harvest without a vineyard There can be no vineyard without the seed (Word of God)

We receive seed as we receive the ones who are sent to us; those who are carriers and couriers of the Word of the Lord

Jeremiah 1:9 Then the LORD put forth His hand and touched my mouth, and the LORD said to me:“Behold, I have put My words in your mouth.

INACCURATE FOCUS It is possible that we could be so focussed on the Harvest and the Feast of Tabernacles that we can miss a critical revelation that is responsible for the defilement of the entire harvest

REVELATION OF THE USE OF THE TOWER Instead of deploying watchmen to stand guard only during the Harvest, set men (viticulturists) need to double the security detail during and after the sowing of the seed until the Harvest is safely delivered to the winepress.

The secret is to protect the seed The greatest resource is the seed Without seed, there is no quality harvest

An unguarded tower during the “planting season” is the open window that the adversary has used to creep in at night when the viticulturist is sleeping.

When the set man and leaders recognise that they have done all the hard work. They have removed the all stones and other impediments. They have ploughed the field. They have sowed the seed (Word of God). Many leaders, at this moment, are lulled into a false sense of rest declaring “Job well done!” This is the time when the entire vineyard is at its most vulnerable. The viticulturist has done his part and rightfully understands that it is God who makes all things grow

Jesus informs us through His parable of the Wheat and the Tares that it is at this decisive moment that the Harvest is at its GREATEST RISK

The enemy introduces an alternative seed into the same field knowing that God will make all things grow, including the tare. This happens when God’s leaders are sleeping.

This is the reason God wanted the men of Judah and the inhabitants of Jerusalem to judge between Him (the Eternal Vinedresser) and His beloved vineyard (His people)

The most important task of the set man or the viticulturist is to protect the SEED. Protect the doctrine that is entrusted to us. There are over 10000 varieties of grape. Mixed wine attracts many believers immersed in a post modern culture.

Let us not lay the blame on God when we sleep after sowing a good seed.

This is enshrined in the Law.

Deuteronomy 22:9 “You shall not sow your vineyard with different kinds of seed, lest the yield of the seed which you have sown and the fruit of your vineyard be defiled.

TRADUÇÃO PORTUGUESA
(Traduzido pelo Pastor Rafael Nogueira Rezende – CCF Bangu)

UVAS BRAVAS

Estas são as minhas notas da minha apresentação ao Fórum de líderes do ABC em Durban, África do Sul, na quinta-feira, 12 de maio de 2022.

Ele analisa as circunstâncias em torno do fracasso de uma vinha em produzir uma colheita de qualidade, conforme mencionado nas declarações de Isaías, Seu profeta.

Os dois pontos que precisamos tirar da apresentação desta manhã ……

• Julgamentos Espirituais / restauração

• Proteção da Semente

Minha apresentação esta manhã pretende trazer em foco, a razão do fracasso e da profanação de colheitas inteiras.

Lembre-se quando metáforas e símiles são usados nas escrituras, supõe-se que o público ou o leitor estejam bem familiarizados com a metáfora.

Esta manhã, embora muitos ouçam a gravação desta apresentação, lembre-se de que estou me dirigindo a um público em Durban que não está familiarizado com a viticultura, que é o cultivo, proteção e colheita de uvas.

Posso referir-me a alguns termos técnicos relativos ao cultivo e gestão natural de uma vinha, que recolhi da minha pesquisa para esta apresentação.

De imediato, muitos de nós nos encontramos em desvantagem, pois nosso conhecimento sobre o assunto é limitado ou inexistente.

Então, vamos primeiro tentar entender as palavras de Isaías na perspectiva de um empresário que tem um negócio bem organizado. No entanto, apesar do investimento significativo na infraestrutura da vinha, o viticultor descobre que toda a vinha foi adulterada.

Muitos empresários e empresários passaram por várias calamidades em seus empreendimentos; mas uma coisa sempre se destacará … eles geralmente sabem o motivo ou a causa de suas falhas

No entanto, Deus infere através das declarações de Isaías que Ele está exigindo julgamento e responsabilidade dos homens de Judá e dos habitantes de Jerusalém. Deus Todo-Poderoso está defendendo a inocência dos céus, na medida em que Ele fez tudo o que se esperava Dele. Deus conhece exatamente a causa raiz da contaminação da colheita.

Mas Ele quer que os homens de Judá e o povo de Jerusalém aceitem a responsabilidade por seu fracasso e não tragam descrédito ao Nome do Deus Todo-Poderoso.

Ele está declarando Seu julgamento sobre Sua vinha.

Paulo tem o cuidado de lembrar seu filho Timóteo sobre a SACROSSANTIDADE de todas as escrituras.

2 Timóteo 3:16-17 Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.

O povo de Deus é referido como um “bolo não virado” tendo sua cultura e doutrina contaminadas por influências estrangeiras pagãs e idólatras.

Oseias 7:8-10 “Efraim mistura-se com as nações; Efraim é um bolo que não foi virado.
Estrangeiros sugam sua força, mas ele não o percebe. A cinza espalha-se pelo seu cabelo, mas ele nem repara. A arrogância de Israel testifica contra ele, mas, apesar de tudo isso, ele não se volta para o Senhor, para o seu Deus, e não o busca.

Uma vinha saudável sabe acessar a plenitude e a totalidade da Sua Palavra. A falha em fazer isso pelo povo de Deus atrairá a metáfora do povo de Deus sendo um “bolo não virado”. É saudável nos familiarizarmos com os julgamentos espirituais de Deus. Encontraremos uma litania abrangente de julgamentos e acusações espirituais contra o povo de Deus, especialmente contra seus líderes, anciãos, governantes, reis e sacerdotes, quando lemos livros como Amós, Miqueias, Malaquias, Ezequiel e Jeremias, entre outros.

Quando Deus declara pela boca de Seu profeta estas palavras:

Isaías 5:4 O que mais poderia ter sido feito à minha vinha que eu não tenha feito nela? Por que então, quando eu esperava que produzisse boas uvas, ela produziu uvas bravas?

Deus está descarregando sua frustração e exasperação com o fracasso do povo de Deus em discernir a importância crítica de estar sóbrio e vigilante em todos os momentos para frustrar as obras do adversário do povo de Deus que é ativado quando o povo de Deus está dormindo.

O JULGAMENTO SOBRE A VINHA DE DEUS

Isaías 5:5-6 Pois, eu lhes digo o que vou fazer com a minha vinha: Derrubarei sua cerca para que ela seja tranformada em pasto; derrubarei o seu muro para que seja pisoteada. Farei dela um terreno baldio; não será podada nem capinada, espinheiros e ervas daninhas crescerão nela. Também ordenarei às nuvens que não derramem chuva sobre ela”.

Somos gratos que, juntamente com Seus julgamentos espirituais, a graça do Senhor é acessível para a restauração do povo de Deus.

A mesma boca de Ezequiel que declarou terríveis juízos sobre o povo de Deus também declarou sobre eles:

Ezequiel 37:12-14 Por isso profetize e diga-lhes: ‘Assim diz o Soberano Senhor: Ó meu povo, vou abrir os seus túmulos e fazê-los sair; trarei vocês de volta à terra de Israel. E, quando eu abrir os seus túmulos e os fizer sair, vocês, meu povo, saberão que eu sou o Senhor. Porei o meu Espírito em vocês, e vocês viverão, e eu os estabelecerei em sua própria terra. Então vocês saberão que eu, o Senhor, falei, e o fiz seus companheiros, palavra do Senhor’ “.

O desafio para o povo de Deus é suportar a severidade do teste. Seria uma fase traumática e sombria, mesmo que a Presença de Deus esteja conosco. Lembre-se de que a longanimidade é um fruto do Espírito.

Havia essa escuridão que cobria a terra, mesmo quando Jesus foi testado e crucificado. Sua ressurreição demonstrou a verdade e fidelidade de Seu Pai.

Lucas 23:44-46 Já era quase meio dia, e trevas cobriram toda a terra até às três horas da tarde; o sol deixara de brilhar. E o véu do santuário rasgou-se ao meio. Jesus bradou em alta voz: “Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito”. Tendo dito isso, expirou.

Paulo suportou o teste.

Paulo escreve aos crentes em Corinto declarando o fardo do ministério apostólico…

1 Coríntios 4:9-13 Porque me parece que Deus nos colocou a nós, os apóstolos, em último lugar, como condenados à morte. Temo-nos tornado um espetáculo para o mundo, tanto diante de anjos como de homens. Nós somos loucos por causa de Cristo, mas vocês são sensatos em Cristo! Nós somos fracos, mas vocês são fortes! Vocês são respeitados, mas nós somos desprezados! Até agora estamos passando fome, sede e necessidade de roupas, estamos sendo tratados brutalmente, não temos residência certa e trabalhamos arduamente com nossas próprias mãos. Quando somos amaldiçoados, abençoamos; quando perseguidos, suportamos; quando caluniados, respondemos amavelmente. Até agora nos tornamos a escória da terra, o lixo do mundo.

Então, voltemos às razões da colheita profanada.

A razão para o fracasso do vinhedo foi simplesmente a supervisão complacente do viticultor. O líder (homem definido) de uma igreja local ou família de Deus é o “tipo” de viticultor. Jesus também nos informa…

João 15:1 “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor.

Jesus estabelece o padrão do odre Pai/Filho como modelo de gestão da vinha.

A Palavra de Deus é a semente em nossa mão do viticultor. Este é o seu maior recurso. A semente não é visível, porque é semeada abaixo do solo.

Embora se possa obter terras férteis; livre de todas as pedras e todos os outros impedimentos para uma colheita de qualidade; embora se possa construir uma magnífica torre de vigia em seu meio; embora se possa encomendar e instalar um magnífico lagar – antecipando uma colheita de alta qualidade digna do investimento de capital…

Pode-se facilmente esquecer a importância crítica de proteger a semente.

Apesar de todo o trabalho duro que está sendo feito, como é que a colheita é de uvas bravas.

As uvas bravas às quais as escrituras se referem particularmente não são comestíveis e altamente tóxicas… elas não têm valor.

Esta é uma COLHEITA CONTAMINADA.

Deus está exigindo arbitragem – Juiz entre mim e Minha vinha. Esta parece ser uma questão consistente que é levantada nas escrituras. Esta não é uma questão isolada.

O próprio Jesus ensina sobre o assunto na Parábola do Trigo e do Joio

O que era um mistério no Antigo Testamento é decodificado por Jesus em Sua parábola.

Esta situação é semelhante ao relato de Isaías

Mateus 13:27-28 “Os servos do dono do campo dirigiram-se a ele e disseram: ‘O senhor não semeou boa semente em seu campo? Então, de onde veio o joio? ’ ” ‘Um inimigo fez isso’, respondeu ele. “Os servos lhe perguntaram: ‘O senhor quer que vamos tirá-lo? ’

Onde os viticultores do tempo de Isaías erraram e como é que os líderes do povo de Deus, a vinha atual, com todo o nosso conhecimento, revelação e sabedoria continuam a produzir uvas bravas?

A revelação da verdade está no uso da torre de vigia

A torre de vigia foi usada principalmente durante a época da colheita. Era quando os agricultores reuniam os produtos e os armazenavam no porão da Torre. Suas famílias também viveriam na Torre durante o Tempo da Colheita. Todo o foco e expectativa estavam na época da Colheita.

A colheita é um símbolo de “Sucot”

Sucot também é conhecida como a Festa das Cabanas, a Festa dos Tabernáculos e a Festa da Colheita que foi ordenada por Deus no Monte Sinai. Nossa visão para a reunião de crentes na cidade foi inspirada por Sucot…

A realidade bíblica é que o Corpo de Cristo na cidade, em todas as denominações e grupos, não poderia constituir uma vinha de acordo com as expectativas bíblicas.

Isto deve-se a uma única razão… não podemos plantar uma vinha com 20 tipos diferentes de sementes. Estaremos sempre reclamando de uma colheita contaminada de uvas bravas.

É minha perspectiva muito pessoal, que a Igreja da Cidade deve ser vista como um agricultor veria “Uma Cooperativa Agrícola”

Onde os agricultores se reúnem para discutir seus desafios comuns, seus produtos, sua força coletiva no comércio que lhes daria uma voz mais forte no mercado, compartilhamento de várias habilidades e tecnologias para o benefício comum de todos, sua responsabilidade com as lutas sociais, apresentando maior emprego oportunidades etc”. A Cooperativa é capaz de fazer tudo isso sem desprivilegiar o viticultor, independentemente do tamanho do vinhedo. A Cooperativa representa o bem estar de TODOS os vinhedos da cidade.

O lucro não é o objetivo principal; o objetivo principal é servir.

O que mais o Senhor poderia ter feito?

Deixe-me qualificar o princípio de “Sucot” que apliquei aqui lendo as palavras de Davi em seu salmo, onde ele lamenta a condição espiritual da vinha de Deus…

Salmos 80:8-15 Trouxeste uma videira do Egito; Você expulsou as nações e a plantou. (Fala sobre remover as pedras e todos os outros impedimentos) É tolice semear as pedras. A remoção das pedras não é negociável 9 Você preparou lugar para ela, e fez com que ela criasse raízes profundas, e encheu a terra. 10 Os montes foram cobertos com a sua sombra, e os cedros fortes com os seus ramos. 11 Ela estendeu seus ramos até o mar, e seus ramos até o rio. 12 Por que derrubaste as suas cercas, para que todos os que passam pelo caminho colham o seu fruto? 13 O javali do bosque a arranca, e a fera do campo a devora. 14 Volta, nós te rogamos, ó Deus dos exércitos; Olha do céu e vê, e visita esta videira 15 e a vinha que a tua destra plantou, e o ramo que fortaleceste para ti.

Sucot representa a reunião das vinhas. Eles se reúnem em memória da bondade de Deus, celebrando e dando graças ao Senhor da colheita. O viticultor deve sempre lembrar que é Deus quem faz todas as coisas crescerem.

Não pode haver Sucot sem a colheita Não pode haver colheita sem uma vinha Não pode haver vinha sem a semente (Palavra de Deus).

Recebemos sementes como recebemos aqueles que nos são enviados; aqueles que são portadores e mensageiros da Palavra do Senhor.

Jeremias 1:9 Então o Senhor estendeu a mão e tocou na minha boca, e o Senhor me disse: “Eis que ponho as minhas palavras na tua boca.

FOCO IMPRECISO – É possível que estejamos tão focados na Colheita e na Festa dos Tabernáculos que podemos perder uma revelação crítica que é responsável pela contaminação de toda a colheita.

REVELAÇÃO DO USO DA TORRE – Ao invés de colocar vigias para vigiar apenas durante a Vindima, os viticultores precisam dobrar a segurança durante e após a semeadura da semente até que a Vindima seja entregue com segurança ao lagar.

O segredo é proteger a semente O maior recurso é a semente Sem semente não há colheita de qualidade

Uma torre desguarnecida durante a “estação de plantio” é a janela aberta que o adversário usou para se esgueirar à noite quando o viticultor está dormindo.

Quando o homem estabelecido e os líderes reconhecem que fizeram todo o trabalho duro. Eles removeram todas as pedras e outros impedimentos. Eles lavraram o campo. Eles semearam a semente (Palavra de Deus). Muitos líderes, neste momento, são embalados em uma falsa sensação de descanso declarando “trabalho bem feito!” Este é o momento em que todo o vinhedo está mais vulnerável. O viticultor fez a sua parte e entende com razão que é Deus quem faz todas as coisas crescerem

Jesus nos informa através de sua parábola do trigo e do joio que é neste momento decisivo que a colheita está em seu MAIOR RISCO,

O inimigo introduz uma semente alternativa no mesmo campo sabendo que Deus fará todas as coisas crescerem, inclusive o joio. Isso acontece quando os líderes de Deus estão dormindo.

Esta é a razão pela qual Deus queria que os homens de Judá e os habitantes de Jerusalém julgassem entre Ele (o Eterno Vinhateiro) e Sua amada vinha (Seu povo).

A tarefa mais importante do montador ou do viticultor é proteger a SEMENTE. Proteja a doutrina que nos é confiada. Existem mais de 10.000 variedades de uvas. O vinho misturado atrai muitos crentes imersos em uma cultura pós-moderna.

Não coloquemos a culpa em Deus quando dormimos depois de semear uma boa semente.

Isso está consagrado na Lei.

Deuteronômio 22:9 Não plantem dois tipos de semente em sua vinha; se o fizerem, tanto a semente que plantarem como o fruto da vinha estarão contaminados.

Read Full Post »

Our understanding of the word “blaspheme” will demand a study both the original Hebrew and Greek words. All Hebrew and Greek definitions extracted from Complete Word Study Bible (Strongs)

Hebrew word “nā’aṣ” A verb meaning to revile, to scorn, to reject. It is related to nāṣaṣ, meaning to scorn or to blaspheme. This word often refers to rejecting the counsel of a wise person.

gāḏap̱: A verb meaning to revile, to blaspheme. It describes the conscious verbal abuse of a person or God (Numbers 15:30; Isaiah 37:6; Ezekiel 20:27). Punishment for this sin was possible death or at least being cut off from the community of God’s people.

Greek Word “blasphemia” vilification; the act of defaming or speaking ill of someone or something to hurt the reputation or smite with reports or words, speak evil of, slander, “to insult” “to make inferior”, to speak with impious irreverence

Who does blasphemy apply to? The word “blaspheme” applies to God and sacred things.

Sacred – Both qadosh (Hebrew) and Hagios (Greek) are similar in meaning. They mean consecrated, holy, set apart and separate

God’s people are called to be consecrated, set apart and separate

Leviticus 20:26 And you shall be holy to Me, for I the LORD am holy, and have separated you from the peoples, that you should be Mine.

The camp of Israel is sacred (Deuteronomy 23:14)

Deuteronomy 23:14 For the LORD your God walks in the midst of your camp, to deliver you and give your enemies over to you; therefore your camp shall be holy, that He may see no unclean thing among you, and turn away from you.

The chambers of the priests are sacred

Ezekiel 42:13 Then he said to me, “The north chambers and the south chambers, which are opposite the separating courtyard, are the holy chambers where the priests who approach the LORD shall eat the most holy offerings. There they shall lay the most holy offerings—the grain offering, the sin offering, and the trespass offering—for the place is holy. 14 When the priests enter them, they shall not go out of the holy chamber into the outer court; but there they shall leave their garments in which they minister, for they are holy. They shall put on other garments; then they may approach that which is for the people.”

The people of God are sacred

Exodus 19:6 And you shall be to Me a kingdom of priests and a holy nation

Jesus, the Son of God in whom the Holy Spirit dwells

In the book of Mark Chapter 3 we find multitude accusing Jesus of being insane. The next verse the scribes accuse Jesus of demon possession. Jesus talks to them about the inability of a divided house to stand, or a Kingdom that is divided to stand. Jesus did not appear to be perturbed by the things people would say about Him, but He refused to be silent when men in their natural understanding began to blaspheme the Holy Spirit who is integral to the Godhead.

Mark 3:29 but he who blasphemes against the Holy Spirit never has forgiveness, but is subject to eternal condemnation”— 30 because they said, “He has an unclean spirit.”

Jesus, the Son of God was blasphemed whilst dying on the Cross for humanity

Mark 15:29 And those who passed by blasphemed Him, wagging their heads and saying, “Aha! You who destroy the temple and build it in three days, 30 save Yourself, and come down from the cross!”

The rejection of sound doctrine is Blasphemy. We cannot separate the Lord from the Word. Jesus is the Word who became flesh and dwelt among us

1 Timothy 1:18 This charge I commit to you, son Timothy, according to the prophecies previously made concerning you, that by them you may wage the good warfare, 19 having faith and a good conscience, which some having rejected, concerning the faith have suffered shipwreck, 20 of whom are Hymenaeus and Alexander, whom I delivered to Satan that they may learn not to blaspheme.

1 Timothy 6:1 Let as many bondservants as are under the yoke count their own masters worthy of all honor, so that the name of God and His doctrine may not be blasphemed. 2 And those who have believing masters, let them not despise them because they are brethren, but rather serve them because those who are benefited are believers and beloved. Teach and exhort these things.

Oppressing, dishonouring and “lording over” the poor and disadvantaged believer is tantamount to blaspheming the name of our Lord

James 2:5 Listen, my beloved brethren: Has God not chosen the poor of this world to be rich in faith and heirs of the kingdom which He promised to those who love Him? 6 But you have dishonored the poor man. Do not the rich oppress you and drag you into the courts? 7 Do they not blaspheme that noble name by which you are called?

Humiliating the servants of the Most High God is equal to blaspheming God

2 Kings 19:5 So the servants of King Hezekiah came to Isaiah. 6 And Isaiah said to them, “Thus you shall say to your master, ‘Thus says the LORD: “Do not be afraid of the words which you have heard, with which the servants of the king of Assyria have blasphemed Me. 7 Surely I will send a spirit upon him, and he shall hear a rumor and return to his own land; and I will cause him to fall by the sword in his own land.”

Another Greek Word for blasphemy….. blasphemeo – to speak impiously (wickedly; without reverence to God or contempt for His authority).

This word means to use speech to tear down another person’s honor, value, due-respect, and to injure another’s reputation.

THE FATHER/SON DOCTRINE IS INSPIRED AND EXTRACTED FROM THE FUNCTIONS WITHIN HOLY TRINITY

This model of leadership was extracted directly from the Divine pattern of leadership as expressed in the Holy Trinity which has been adopted by a large number of churches, especially within an apostolic culture. Violating this doctrine is in fact blaspheming the Triune Godhead; not the leadership of the church.

We have established the truth that violations against sound doctrine is regarded as blasphemy.

Jesus’ reference for oneness is THE HOLY TRINITY (John 17:21)

There is no scope within the Godhead for external invasion or intrusion with the intent to dismantle the Godhead. This truth needs to also be visible in the representative model of leadership within the Church.

For those of us who have adopted this leadership model will consider it BLASPHEMY against the Most High God when leaders attempt to undermine and bring into disrepute the integrity of the father/son wineskin wherever it is accurately represented.

The goal of the Father/Son model of leadership is to reveal the Divine pattern of the perfect relationship between the Eternal Abba Father, Christ Jesus the Son and The Holy Spirit.

The model is not intended to be an oppressive instrument to keep sons in a state of enslavement; it is the preferred practical system of management and edification of the Human resource on the earth. We teach spiritual sonship without neglecting to teach Divine Sonship as well.

THE CITY CHURCH VISION This is a platform that witnesses the convergence of various leadership models including the father/son model. The challenge for all leaders is to build the spirit of oneness without bringing into disrepute, undermining or discrediting the wineskin.

SONS ARE ABLE TO OUTGROW THEIR FATHER

The outcome of any form of learning is GROWTH IN KNOWLEDGE. So yes, sons are able to grow way beyond their fathers in their knowledge, revelation, discernment and other areas. The outcome of a high work ethic will bring its rewards. However, there is a important caution. God has a real problem when sons, having grown and excelled, dishonour their fathers

Remember Jacob’s prophetic word concerning Reuben …….. Genesis 49:3 My might and the beginning of my strength, The excellency of dignity and the excellency of power. 4 Unstable as water, you shall not excel, Because you went up to your father’s bed; Then you defiled it— He went up to my couch.

Although Reuben demonstrated excellence of dignity and power, he dishonoured his father Jacob by defiling his bed.

God holds the same view regarding the growth of His people. God delights in our prosperity, but not at the expense of forgetting Him.

Hosea 8:14 “For Israel has forgotten his Maker, And has built temples; Judah also has multiplied fortified cities; But I will send fire upon his cities, And it shall devour his palaces.”

Hosea 9:1 Do not rejoice, O Israel, with joy like other peoples, For you have played the harlot against your God. You have made love for hire on every threshing floor.

TRADUÇÃO PORTUGUESA
(Traduzido pelo Pastor Rafael Nogueira
)

BLASFÊMIA

Nossa compreensão da palavra “blasfema” exigirá um estudo tanto das palavras originais hebraicas quanto gregas. Todas as definições hebraicas e gregas extraídas da Complete Word Study Bible (Strongs)

Palavra hebraica “nā’aṣ” Verbo que significa injuriar, desprezar, rejeitar. Está relacionado com nāṣaṣ, que significa desprezar ou blasfemar. Esta palavra muitas vezes se refere a rejeitar o conselho de uma pessoa sábia.

gāḏap̱: Um verbo que significa injuriar, blasfemar. Descreve o abuso verbal consciente de uma pessoa ou Deus (Números 15:30; Isaías 37:6; Ezequiel 20:27). A punição por este pecado era a possível morte ou pelo menos ser cortado da comunidade do povo de Deus.

A palavra grega “blasfêmia” difamação; o ato de difamar ou falar mal de alguém ou algo para ferir a reputação ou ferir com relatórios ou palavras, falar mal, caluniar, “insultar” “inferiorizar”, falar com irreverência ímpia.

A quem se aplica a blasfêmia? A palavra “blasfemar” aplica-se a Deus e às coisas sagradas.

Sagrado – Ambos qadosh (hebraico) e Hagios (grego) são semelhantes em significado. Eles significam consagrado, santo, separado e separado.

O povo de Deus é chamado para ser consagrado, separado e separado.

Levítico 20:26 E vós sereis santos para mim, porque eu, o Senhor, sou santo, e vos separei dos povos, para que sejais meus.

O acampamento de Israel é sagrado (Deuteronômio 23:14)

Deuteronômio 23:14 Porque o Senhor teu Deus anda no meio do teu arraial, para te livrar e entregar a ti os teus inimigos; por isso o vosso acampamento será santo, para que ele não veja nada impuro entre vós, e se afaste de vós.

Os aposentos dos sacerdotes são sagrados

Ezequiel 42:13-14 Então ele me disse: “As câmaras do norte e as câmaras do sul, que estão defronte do pátio de separação, são as câmaras sagradas, onde os sacerdotes que se aproximam do Senhor comerão as ofertas santíssimas. Ali porão as ofertas santíssimas – a oferta de cereais, a oferta pelo pecado e a oferta pela culpa – porque o lugar é santo. Quando os sacerdotes entrarem neles, não sairão da câmara santa para o átrio exterior; mas ali deixarão as suas vestes com que ministram, porque são santas. Eles vestirão outras roupas; então eles podem se aproximar do que é para o povo.”

O povo de Deus é sagrado

Êxodo 19:6 E vós me sereis reino de sacerdotes e nação santa.

Jesus, o Filho de Deus em quem o Espírito Santo habita

No livro de Marcos, capítulo 3, encontramos uma multidão acusando Jesus de ser louco. No versículo seguinte, os escribas acusam Jesus de possessão demoníaca. Jesus fala com eles sobre a incapacidade de uma casa dividida permanecer de pé, ou de um Reino dividido permanecer de pé. Jesus não parecia estar perturbado com as coisas que as pessoas diriam sobre Ele, mas Ele se recusou a ficar em silêncio quando os homens em seu entendimento natural começaram a blasfemar contra o Espírito Santo, que é parte integrante da Divindade.

Marcos 3:29-30 mas aquele que blasfemar contra o Espírito Santo nunca terá perdão, mas estará sujeito à condenação eterna” porque eles disseram: “Ele tem um espírito imundo”.

Jesus, o Filho de Deus, foi blasfemado enquanto morria na Cruz pela humanidade

Marcos 15:29-30 E os que passavam blasfemavam dele, abanando a cabeça e dizendo: Ah! Tu que destróis o templo e o reedificas em três dias, salva-te a ti mesmo e desce da cruz!”

A rejeição da sã doutrina é blasfêmia. Não podemos separar o Senhor da Palavra. Jesus é o Verbo que se fez carne e habitou entre nós

1 Timóteo 1:18-20 Este encargo te dou, filho Timóteo, segundo as profecias que outrora foram feitas a teu respeito, para que por elas faças a boa milícia, tendo fé e uma boa consciência, que alguns rejeitaram quanto à fé naufragaram, dos quais são Himeneu e Alexandre, que entreguei a Satanás para que aprendam a não blasfemar.

1 Timóteo 6:1-2 Todos os servos que estão sob o jugo considerem os seus senhores dignos de toda honra, para que o nome de Deus e a sua doutrina não sejam blasfemados. E os que têm mestres crentes, não os desprezem porque são irmãos, mas sirvam-nos porque osbeneficiados são crentes e amados. Ensine e exorte essas coisas.

Oprimir, desonrar e “dominar” o crente pobre e desfavorecido equivale a blasfemar o nome de nosso Senhor

Tiago 2:5-7 Escutem, meus amados irmãos: Não escolheu Deus os pobres deste mundo para serem ricos na fé e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam? Mas você desonrou o pobre. Os ricos não o oprimem e o arrastam para os tribunais? Eles não blasfemam contra esse nobre nome pelo qual vocês são chamados?

Humilhar os servos do Deus Altíssimo é igual a blasfemar contra Deus

2 Reis 19:5-7 Então os servos do rei Ezequias foram ter com Isaías. E Isaías lhes disse: “Assim direis ao vosso senhor: Assim diz o Senhor: Não temais as palavras que ouvistes, com as quais os servos do rei da Assíria me blasfemaram. Certamente enviarei um espírito sobre ele, e ele ouvirá boatos e retornará à sua terra; e eu o farei cair à espada na sua própria terra”.

Outra palavra grega para blasfêmia….. blasphemeo – falar impiamente (maliciosamente; sem reverência a Deus ou desprezo por Sua autoridade).

Esta palavra significa usar a fala para destruir a honra, o valor, o devido respeito de outra pessoa e ferir a reputação de outra pessoa.

Read Full Post »

Older Posts »